Horário de atendimento:
Segunda a Sexta-feira das 07h as 19h

Telefone:
(27) 3205-5858

Dicas

Com moderação, o chocolate amargo pode fazer bem para o seu coração.

Páscoa sem chocolate? Para os chocólatras de plantão, a missão é impossível. É muita tentação exposta nas gôndolas dos supermercados e lojas especializadas. Mas se você fizer boas escolhas e evitar exageros, é possível adicionar a delícia no cardápio sem prejudicar a saúde. E uma boa notícia: as versões com alto teor de cacau podem beneficiar o coração.

Os chocolates acima de 70% cacau são os mais indicados, pois contém antioxidantes, como os flavonoides, cuja ação inibe o acúmulo de LDL no sangue (colesterol ruim), o que ajuda no combate à aterosclerose. Essa doença cardiovascular consiste no acúmulo de gordura nas artérias e pode ocasionar graves problemas de saúde, como infarto e AVC.

Sem excessos!

Os benefícios dos chocolates, com alto teor de cacau, para o coração já estão comprovados, mas você precisa ficar de olho na quantidade. Toda versão contém gordura saturada e açúcar que, em excesso, pode trazer efeitos nocivos à saúde. O ideal é consumir 30 gramas de chocolate por dia, de 70% a 90% cacau. O meio amargo (40 a 60% de cacau) também faz bem ao organismo, mas deve ser uma opção secundária, por conter mais açúcar do que o amargo.

Mais dicas:

– Leia sempre o rótulo do chocolate e opte por aqueles que tem menos ingredientes. Evite os que tem como primeiro ingrediente açúcar ou gordura hidrogenada.

– Evite as versões recheadas, porque elas contém maior quantidade de açúcar.

– Chocolate branco é manteiga de cacau e açúcar. Evite porque ele não tem os efeitos benéficos do cacau.

– Na Páscoa, quando a oferta aumenta é melhor guardar e congelar. Assim você vai consumindo aos poucos.

Fonte:
Coração Alerta: https://goo.gl/vjLw9F